5 INSIGHTS 10 ANOS DEPOIS DE COMEÇAR A EUPREENDER

Pedi demissão há 10 anos, deixando o cargo de Diretor de Marketing para América Latina da Johnson & Johnson, para dar início à jornada rumo ao meu propósito. Desde então, aprendi, conquistei, errei, caí e levantei...vivi. Um período de autoconhecimento fantástico, com reflexões, experiências e trocas profundas, que me permitiu colocar o meu propósito a serviço da sociedade e do planeta. 

Fazendo um balanço dessa caminhada, cheguei a 5 Insights que sintetizam esse processo de encontros e descobertas. Antes de apresentá-los, vale um lembrete: não acredito que todo mundo tem de sair do mundo corporativo. Defendo várias transformações nesse ambiente e em suas relações – um processo a ser feito pelas pessoas. Mas respeito profundamente quem pretende seguir carreira em grandes organizações. Até porque continuo trabalhando com o mundo corporativo, de um jeito diferente, como EUpreendedor, contribuindo à minha maneira para as transformações nas quais acredito.

1º Insight: A melhor definição de EUpreendedorismo é, de fato, o encontro de você com você mesmo. Nesses 10 anos, pude me conhecer como nunca. Com liberdade e autonomia, fui ao encontro da minha luz e da minha sombra. Passei por momentos maravilhosos, energizantes, de muita empolgação e brilho nos olhos. E também senti muito frio na barriga e medo. As transformações ocorreram em diferentes dimensões: cognitiva, emocional, física e espiritual... Aliás, colegas dos tempos de J&J e Whirlpool, quando me encontram, relatam o “extreme make over” físico pelo qual passei. Mudança interna e externa, tudo junto e ao mesmo tempo.

2º Insight: Sair do mundo corporativo me levou a entrar em contato com a Diversidade – de perspectivas, pessoas, possibilidades, interações, modos de viver e como encarar a vida. A Cidade de São Paulo, o Brasil e o mundo oferecem inúmeras opções de ser, fazer e pertencer, que eu não enxergava. Sabemos que o mundo corporativo deseja a diversidade, mas, infelizmente, a pratica muito pouco. Vale avançar nesse caminho, pois essa diversidade oferece oportunidades incríveis. 

3º Insight: Eu me descobri um “ser criativo”, pois pude exercer a Inovação, algo que sempre fez sentido para mim, mas achava tão distante e inacessível (só lá no Vale do Silício). Planejar e executar a partir do pensamento não linear, deixando de lado modelos tradicionais, e errar e viver as experiências desse processo. Em muitas empresas, tudo está montado para você não ser inovador nem criativo. Ou por questões de comando e controle, ou porque o objetivo é entregar produtos e resultados no final do mês, no menor prazo possível, com a melhor produtividade.

Nesse processo em busca da Inovação, fui percebendo como o EUpreendedorismo, a Diversidade e a Inovação estão inter-relacionados. A partir do momento que entro em contato com pessoas e projetos, fazendo novas interações, aumento a capacidade de exercer a minha criatividade. 

Das várias experiências, uma é muito especial para mim: virei palhaço e passei a exercitar esse mundo lúdico, não só mentalmente, mas corporalmente, emocionalmente, estruturalmente. Tem sido uma enorme quebra de paradigma. Um verdadeiro e profundo PhD.

4º Insight: Autenticidade ou Ornar, uma palavra que amo e está no meu livro, “As Raízes do EUpreendedorismo”. Pude entrar em contato comigo mesmo, cada vez mais, e me experimentar a partir de diferentes perspectivas. Com certeza, estou vivendo o processo de ser “eu mesmo” cada vez mais, falando o que eu acredito. Descobrindo e desapegando de padrões herdados de meus pais, ou mesmo culturais, e escolhendo quais quero seguir. Isso é muito libertador. Quanto mais autênticos somos, mais inteiros estamos nas relações – e também mais saudáveis. E isso me credencia a trabalhar a autenticidade nas outras pessoas, nos processos de Team Building, com gestores e líderes, no coaching, em projetos. Aliás, autenticidade é um pilar fundamental para o aumento da confiança nas relações!

5º Insight: O meu Propósito de inspirar milhões de pessoas na expressão de suas humanidades continua cada vez mais vivo. A oportunidade de colocá-lo no mundo tem sido um presente. É uma jornada eterna e, a cada passo, ganho mais clareza, entendendo o que é meu e o que é do outro. O mais marcante é saber que toquei o coração de muita gente e, ao mesmo tempo, fui tocado profundamente por essas pessoas. Esse processo não tem fim. Quanto mais faço, mais quero fazer... Isso é caminhar em direção ao propósito.

EUpreendedorismo, Diversidade, Inovação, Autenticidade e Propósito. Essas cinco palavras me levam ao maior aprendizado de toda essa história: ser Ubuntu! Construir a minha individualidade dentro de uma comunidade. Ainda estou aprendendo isso. E sou eternamente grato a essa filosofia africana, esse jeito de viver buscando respeito, solidariedade, interdependência, humanidade, que me acompanha, me inspira e me guia. 

Gratidão à minha família, às pessoas do ecossistema da Rede Ubuntu e da Ubuntu Global Network, aquelas que trabalham comigo, aos amigos a todas as pessoas que vem me apoiando nessa caminhada.

Eu sou porque você é. Você é porque nós somos.

 

Edu Seidenthal

www.eduseidenthal.com

Profile picture for user Eduardo Seidenthal
Eduardo Seidenthal
Sou pai da Vivi e do Gabi. Tenho me dedicado a inspirar pessoas na expressão da humanidade de cada um. Sou facilitador, empreendedor, educador, coach, marketeiro, escritor, palestrante e palhaço.