Você descansa quando dorme?

Muitas atividades diárias do ser humano foram sofrendo mudanças, adaptações, melhorias, mais profundidade de conhecimento. Muitos desses processos nos fazem viver melhor, com mais qualidade, mais longevidade. Mas existe algo que nunca poderemos prescindir: dormir bem!

Na verdade, o mundo atual nos traz muitos desafios nesse sentido, faltam horas no final de cada dia, precisamos de mais tempo e aquele antigo conselho de dormirmos de oito a dez horas por dia comumente fica em segundo plano. Gostamos de dormir, mas 10 horas de sono simplesmente não cabem em nossa agenda! Bom, se não podemos dormir tanto, que tal, então, dormirmos melhor?

Seguem algumas dicas em diferentes áreas que podem te ajudar com isso. Algumas delas busco praticar há algum tempo. Outras li recentemente no artigo “Your Happier Sleep Checklist”, publicado em edição especial da revista Newsweek, sobre Mindfulness (agosto de 2017).

 

O ambiente onde dormimos:

  • A temperatura do quarto deve ser agradável e permanecer assim durante todo o período de sono, planeje bem essa parte;
  • Nenhum sinal de luz, absolutamente, deve existir no ambiente. Pode parecer estranho, mas mesmo um relógio que emite luz ou até o pequeno led de uma televisão são suficientes para estimular atividades em nosso cérebro. Muito pior são janelas abertas, pois somos estimulados com as primeiras luzes do dia ou mesmo sinais luminosos durante a noite;
  • Os sons do ambiente onde dormimos e ao redor dele, muitas vezes fora do nosso controle, devem ser mínimos ou inexistentes.

 

Corpo e Mente:

  • Crie o hábito de fazer jejum pelo menos três horas antes de dormir; o processo de digestão já deveria estar finalizado quando você se deitar;
  • Reduza a cafeína durante o dia e corte o consumo do produto completamente depois das 17h;
  • Evite aparelhos eletrônicos luminosos (smartphones, computadores, TVs...) ao menos 30 minutos antes de dormir; tal luminosidade afetará seus olhos por um longo tempo;
  • No final do período de trabalho, escreva por cinco minutos algumas frases sobre os assuntos que mais te incomodaram durante o dia; deixá-los “em espera”, mentalmente, pode fazê-los retornar bem na hora em que você colocar a sua cabeça sobre o travesseiro;
  • Ao se deitar, visualize os músculos de seu corpo relaxando região por região, dos pés à cabeça. Repita tal relaxamento algumas vezes, interrompendo qualquer tensão muscular existente; se preferir, inicie tensionando e relaxando cada uma das regiões musculares propositadamente;
  • Por último, se não conseguir dormir, não fique se debatendo na cama. Levante, faça alguma atividade para relaxar, como alongamentos ou um banho quente, e na sequência uma atividade repetitiva por alguns minutos.

 

São dicas simples, mas muito eficientes para quem busca uma noite de sono tranquila e energizante. Experimente e bom descanso!

Facebook Twitter Linkedin+
Profile picture for user Carlos Debs Souto
Carlos Debs Souto
Facilitador e Coach Integral (ICC), com 20 anos de experiência no mundo corporativo. Executivo na área de Pesquisa e Desenvolvimento de grandes corporações como Johnson & Jonhson, Natura e Avon. Gestor de pessoas por mais de 12 anos neste período.