Esta semana participei de um workshop com um facilitador inglês chamado Tony Weller. Um workshop que foi um verdadeiro presente. Uma oportunidade maravilhosa de autoconhecimento, de conhecer e me conectar com pessoas fascinantes. Tony utilizou uma técnica que não conhecia chamada de Voice Dialogue.

Superação de Desafio!

Semana passada par

Acreditar

O último princípio que gostaria de escrever da Ubuntu, é ACREDITAR. O meu princípio preferido! Como dizem os americanos "last, but not least!"

Na verdade ao invés de acreditar, gostaria de ter usado FÉ, mas pelo fato desta palavra levar uma conotação muito religiosa acabei substituindo-a por acreditar.

O terceiro princípio da Ubuntu é Bem Comum. Toda empresa que se preza fala em resultados. Pois é, a Ubuntu também foca nisso, mas acreditamos que os resultados devam ser para todos e para o todo.

Esta semana participei de um workshop com um facilitador inglês chamado Tony Weller. Um workshop que foi um verdadeiro presente. Uma oportunidade maravilhosa de autoconhecimento, de conhecer e me conectar com pessoas fascinantes. Tony utilizou uma técnica que não conhecia chamada de Voice Dialogue.

O último princípio que gostaria de escrever da Ubuntu, é ACREDITAR. O meu princípio preferido! Como dizem os americanos "last, but not least!"

Na verdade ao invés de acreditar, gostaria de ter usado FÉ, mas pelo fato desta palavra levar uma conotação muito religiosa acabei substituindo-a por acreditar.

O terceiro princípio da Ubuntu é Bem Comum. Toda empresa que se preza fala em resultados. Pois é, a Ubuntu também foca nisso, mas acreditamos que os resultados devam ser para todos e para o todo.