Mudança de estação

Tudo é transitório e está em constante movimento...

 

Conheci a Rede Ubuntu em 2014. Meu primeiro contato com seus membros foi participando do encontro As Raízes do EUpreendedorismo. A Ana que chegou na Laboriosa 89, naquele abril de 2014, me parece tão distante, porque fui me transformando, aprendendo e criando possibilidades.

 

E o momento desse primeiro contato me vem à memória agora, nesse novo florescer da Rede Ubuntu.

 

Eduardo Galeano disse que “somos feitos de histórias” e elas existem em mim para me lembrar porque comecei esse caminho e me sinto existindo na Rede Ubuntu.

 

Naquele momento eu precisei gravar o que falavam, porque tinha a impressão de que não conseguiria escutar tudo. E, para mim, era tão precioso escutar o que diziam. Encontrei nesse grupo muitos mestres e sigo aprendendo dessas pessoas e de tantos outros que encontrei ao longo desse período.

 

Eu me inseri na Rede Ubuntu e ela se tornou um jeito de viver, uma forma de caminhar pela vida, aprendendo e partilhando com as pessoas tudo o que venho aprendendo. A Rede Ubuntu é feita de gente e está a serviço das pessoas. E nós, as pessoas que existimos nessa Rede, percebemos que chegou mais um momento de transformar.

 

Quero honrar todos que passaram por mim nesses quatro anos. Os encontros cheios de aprendizados, as conversas, os olhares, os abraços e os silêncios. A alegria das chegadas e o bucólico momento das partidas.

 

Sempre que estive com esse grupo tive a sensação de ter passado por profundas transformações, como se os dias fossem anos de aprendizado que nasceram do conjunto de histórias e conhecimentos de cada um de nós.

 

Estar em rede me trouxe o essencial, o simples, o importante. Conhecer a filosofia Ubuntu me ajudou a me conectar com o meu coração e a perceber o quanto viver a partir desse aprendizado me faz hoje uma pessoa mais inteira.

 

Aprendi e sigo aprendendo a ser uma EUpreendedora, praticando cotidianamente o modelo PURPOSE. Sinto a real oportunidade para me relacionar com as pessoas vivendo e praticando As Raízes do EUpreendedorismo.

 

Meu coração me diz que, para a Rede Ubuntu existir, é preciso cada vez mais me abrir e dar abertura, me incluir e incluir o outro, compartilhar minha vida, meus sonhos e como vejo o mundo, e escutar o compartilhar do outro, porque me traz aprendizados incríveis de um outro mundo que é diferente do meu. Ornar o que penso, do jeito que faço e como conto tudo isso para as pessoas e, também, acreditar que sou suficiente porque, por fim, não há garantias, mas há indícios quando escuto o que é importante para minha essência e ofereço ao mundo aquilo que amo fazer.

 

As Raízes do EUpreendedorismo – Abrir, Incluir, Colaborar, Ornar e Acreditar – são, além de palavras, uma forma de ver o mundo que me fez mais inteira, porque conheci um território que para mim era difícil: o da confiança em mim, no outro, na vida.

 

Afinal, parafraseando a maravilhosa raposa de “O Pequeno Príncipe”, só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. Vida longa à Rede Ubuntu! ?

 

 

Profile picture for user Ana Zacharias
Ana Zacharias
Meu propósito é acompanhar pessoas no reconhecimento da sua autenticidade e da liberdade que o autoconhecimento proporciona. Atuo como coach, sou criadora e facilitadora de programas de autoconhecimento, mentora e integrante do board do projeto Libria, cofundadora do Villa Coworking. Formada em coaching ontológico pela Newfield Network no Chile; Executive e Life Coach pela ICI.